galhos raízes

galhos raízes

domingo, 20 de julho de 2014

Um dia esquecido no campo III


Fiz muita terapia na vida...a mais importante e mais intensa está sendo agora, aos 46 anos...quem me conhece por dentro deve estar sacando isso...

Acho que o que está sendo diferente desta vez é que estou em silêncio...e posso escutar o planeta, o mundo, eu mesma.

E posso sentir por exemplo, que a natureza vai entrar em mais um 'mini-ciclo" (é com hífen???) de mudanças.
Já é possível perceber o aroma do ar, dá pra sentir na pele se vai começar a esfriar ou esquentar; ver se a primavera já está dando seus primeiros sinais de chegada. É incrível!!!!o sol está mais claro, deixa a paisagem mais amarela. No inverno o verde era seco, contido. Hoje, árvores e folhagens em geral - o verde - se apresenta mais colorido.

Acho que o silêncio tem me permitido também ter tempo para pensar, inventar, caminhar, plantar, rir com as bagunças das minhas filhas peludas, cuidar de minha casa, cuidar de mim.

Estou construindo minha casa, e quero que tenha muita alegria, muita planta, muito bicho, muita criatividade, muito lugar pra ficar em silêncio, contemplando e agradecendo.

Ainda ontem assisti um documentário sobre a felicidades. Os argumentos eram de que para um sujeito ser feliz, ele deve buscar a vida comunitária, a solidariedade e fazer algo de que se gosta para os outros, fazer com amor.
Então tá...quem se habilita a compartilhar um pouco de alegria neste planetinha? Sabia que a tua alegria aumenta a minha? Espero que a minha produza o mesmo efeito em ti, camarad@!


Nenhum comentário:

Postar um comentário